Menu


Aulas e cirurgias eletivas continuam suspensas no DF

27 MAI 2018
27 de Maio de 2018
Em nova reunião de gabinete de crise, GDF determina ações para enfrentar próximos dias de greve

Jéssica Antunes
jessica.antunes@grupojbr.com

As aulas da rede pública de ensino continuarão suspensas nesta segunda-feira (28). A informação foi dada pelo governador Rodrigo Rollemberg após nova reunião com o gabinete de crise na manhã deste domingo (27). Também ficam restritos os atendimentos das unidades básicas de saúde. O transporte público, por outro lado, terá funcionamento garantido após reabastecimento de toda a frota.

A medida foi adotada na sexta passada e mantida após nova avaliação. “Entendemos que haveria ausência de muitos alunos e professores com prejuízos aos conteúdos pedagógicos. Essas aulas se mantém suspensas na segunda e serão repostas sem prejuízo aos estudantes. Recomendamos às creches conveniadas que recebam os alunos”, afirmou o chefe do Executivo local.

Os atendimentos eletivos da Saúde também seguem contingenciados. Nesta segunda, procedimentos programados serão suspensos e unidades básicas de saúde terão portas fechadas. “Assim reforçamos urgência e emergência, que funcionaram plenamente no fim de semana. A prioridade é manter serviços essenciais que possam causar risco aos pacientes”, explicou Humberto Fonseca, secretário de Saúde.

Há oxigênio hospitalar garantido para o resto da semana. Alimentação e combustível são suficientes para que o serviço nas unidades de saúde sejam normais pelo menos até terça-feira. Segundo o governador, é preciso viver um dia de cada vez.

Abastecimento 

Segundo o governo, a situação do abastecimento está sendo normalizada. Nos dois últimos dias, cerca de 200 caminhões foram liberados dos bloqueios e escoltados pelas forças de segurança, com combustível, gás de cozinha e sulfato de alumínio, usado para o tratamento de água e esgoto.

Ao todo, foram entregues quatro milhões de litros de gasolina nas últimas 24h, o que seria suficiente até terça-feira (29). Sete caminhões de GLP também foram para as cidades do DF. Cinco veículos com GLP estão vindo de Catalão (GO), com escolta da Força Nacional e da Polícia Rodoviária Federal.

Todas as frotas dos ônibus da capital foram reabastecidos. Ainda assim, a Companhia do Metropolitano (Metrô-DF) deve manter o horário de pico ampliado e funcionar com maior número de trens nesta segunda.

“Nossa prioridade, neste momento, é garantir o abastecimento de álcool anidro para fazer a mistura do combustível no DF, também de Querosene de Aviação e de gás de cozinha. O comboio da Força Nacional acompanhará esses veículos até o local de origem e depois até Brasília para abastecer aqui”, informou Rollemberg.

Durante a manhã, o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis (Sindicombustíveis) informou que haverá redução no percentual do álcool anidro misturado à gasolina. A medida seria tomada em decorrência do desabastecimento. Com isso, valor da gasolina deve sofrer novo aumento.

A Querosene de Aviação (QAV), por sua vez, é essencial para manter o funcionamento do aeroporto, que está em estado de alerta com contingenciamento. Segundo a Inframérica, concessionária que administra o terminal, são recebidos, em média, 20 caminhões tanque por dia. Em seis dias, apenas 16% da frota esperada para o período chegou ao local. Segundo o governo, 22 caminhões foram escoltados até Betim (MG) e retornarão com combustível para o aeroporto.

Abusos serão apurados

O Palácio do Buriti também determinou que a Polícia Civil instaure inquérito para apurar crimes contra a relação de consumo e a economia brasiliense e ordenou à Polícia Militar do DF (PMDF) que desobstrua as rodovias federais.

O Instituto de Defesa do Consumidor (Procon-DF) segue na fiscalização para  reprimir abusos contra o bolso do consumidor. Com o abastecimento de combustíveis em xeque, o chefe do Executivo determinou que prioridade será em manter os tanques cheios para a Saúde, Segurança, bem como SLU, CEB e Caesb.

O gabinete de crise foi instituído por meio de portaria publicada no Diário Oficial do Distrito Federal de sexta (25). Neste domingo, 36 pessoas participaram da reunião com o governador Rodrigo Rollemberg. Entre eles estavam representantes de empresas públicas como Novacap, Ceb e Caesb, autarquias como SLU, comandantes da PM, CBMDF, secretários de Educação, Saúde, Chefe da Casa Civil, Segurança Pública e Agricultura.

Até 12h deste domingo, 64 caminhões de gás e combustível foram escoltados pela Polícia Militar. Confira a lista de cidades:

– 1 caminhão de gás para águas Claras e Guará
– 1 caminhão de gás para Sudoeste
– 5 caminhões para Taguatinga
– 1 caminhão para Setor de Indústrias Gráficas
– 7 caminhões para Asa Norte
– 3 caminhões para Cruzeiro
– 6 caminhões para Asa Sul
– 2 caminhões para Ceilândia
– 2 caminhões para Candangolândia
– 5 caminhões para Samambaia
– 4 caminhões para Núcleo Bandeirante
– 2 caminhões para Planaltina
– 1 caminhão para Paranoá
– 2 caminhões para Ceilândia
– 7 caminhões para Lago Sul
– 1 caminhão para Lago Norte
– 1 caminhão para Santa Maria
– 1 caminhão para Riacho Fundo
– 1 caminhão para Gama
– 1 caminhão para Guará
– 1 caminhão para Sudoeste
– 1 caminhão para Setor de Indústria e Abastecimento
– 1 caminhão para Lago Azul (GO)
– 1 caminhão para Águas lindas (GO)
– 1 caminhão para Novo Gama (GO)
– 2 caminhões para Valparaíso (GO) 
Voltar

© 2016 Rádio Livre FM Associação Cultural de Difusão Comunitária Livre FM  CNPJ: 005.092.892/0001-11
 Ed. Multishopping 3ª Avenida A/E 2 S Nº  Lotes KLMN Sala 336 | CEP: 71.720-585 | Núcelo Bandeirante,  Brasília-DF
Fale conosco: (61) 3036-8820

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

9 9292-9202